Curativos – Cuidado sempre!

untitled-19Quando nos machucamos o corpo humano dispara diversos alertas indicando que uma região precisa de cuidados. É como se fosse uma máquina que quando tem problemas dispara um alerta para ser consertada. Só que dependendo do tamanho do machucado não dá pra deixa-lo desprotegido, como a região fica exposta germes e bactérias podem atacar e transformar um simples machucado em uma infecção séria. Por isso o uso do curativo é essencial, e por ser tão importante hoje vamos falar sobre ele e a importância de utiliza-los quando se machucar.

Para entendermos melhor a ação do curativo no machucado, vamos entender o comportamento do corpo quando nos machucamos. Quando nos cortamos, por exemplo, em um primeiro momento temos um sangramento e com isso começa o processo de hemostasia, que é a coagulação do sangue na extremidade destes vasos sanguíneos rompidos. Do momento da lesão até dois dias depois acontece a fase inflamatória que se caracteriza pela saída de leucócitos de dentro dos capilares (fenômeno da diapedese), com o objetivo de “limpeza” (pela fagocitose) das partículas que ficam alojadas na zona de lesão, aqui o uso do curativo é essencial! Este fenômeno permite que micróbios, outros fragmentos teciduais e corpos estranhos possam ser retirados da zona traumatizada. Após o 3º dia, inicia-se no machucado um depósito de colágeno que permite uma união fibrosa entre as duas superfícies da ferida. Durante as próximas duas semanas a multiplicação das células epiteliais e o acúmulo de colágeno permitem uma aderência cada vez mais resistente à zona lesada. Depois desse período o machucado tem o tempo de amadurecimento para que a pele possa ser completamente renovada.

Dentro desse processo, percebemos que na fase inflamatória o foco é que a área do machucado permaneça limpa e aí entra o curativo. O curativo serve para que não haja um acúmulo ainda maior de microrganismos que podem causar diversos problemas na cicatrização. O problema mais comum é o aumento da infecção.

O curativo é muito importante no processo de cicatrização, mas algumas ações precisam ser tomadas antes para que esse processo se conclua com eficiência. Veja alguns deles abaixo:

  • O local do machucado precisa ser lavado suavemente com água e sabão neutro para que a região fique livre de microrganismos;
  • É essencial que o curativo seja trocado a cada 24hrs para que não haja problemas com sujeira no local. Na maioria dos casos a troca é feita sempre após o banho;
  • É recomendável, dependendo do machucado, que a a pessoa fique de repouso e tenha pouco contato externo.
  • O mercado oferece diversas opções de curativos, cada um para uma situação específica tratando desde pequenos machucados até grandes lesões. É importante salientar que dependendo do caso um médico precisa ser consultado imediatamente já que algumas lesões podem não ser somente superficiais.